Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010






Nesta quarta feira dia 04 de fevereiro de 2010 teve início o período letivo de 2010.
Mais uma vez o Polivalente mostra que é uma escola diferente.
Nos três turnos: manhã, tarde e noite, os alunos foram recepcionados pelos professores e Núcleo Gestor. O Dia contou com uma vasta programação com momentos de confraternização( som ambiente, entrega de mensagens) e socialização das normas da escola. A Diretora Maria Tereza Alencar Ribeiro discursou dando as boas vidas aos alunos e apresentou o corpo docente, equipe de exelência de profissionais da educação.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

INFORMATIVO


Senhores Professores,

Comunicamos que para melhor atendê-los a Escola dispõem de:
01 Auditório, 02 Laboratórios de Informática, 01 Sala de Comunicação Visual –(Vídeo), 01 Laboratório de Biologia, 01 Laboratório de Física, Centro de Multimeios,01 Quadra Poliesportiva.

EQUIPAMENTOS: Data Show, Notbook, Tela de Projeção, Epscópio,
TVs, MiniSistem, Aparelho de DVD, Filmadora, Máquina Fotográfica Digital,Etc.
Lembramos que para utilização dos equipamentos áudio visuais e espaços como Auditório, Laboratórios, Sala de Comunicação Visual deverão ser agendados pelo menos 01 semana antes na ficha de agendamentos.

Agradecemos sua colaboração!

INFORMATIVO

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

QUERIDOS ALUNOS - BEM VINDOS
ESTAMOS DE PORTAS E CORAÇÕES ABERTOS PARA RECEBÊ-LOS

"Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto..."
William Shakespeare

"A humanidade não se divide em heróis e tiranos. As suas paixões, boas e más, foram-lhe dadas pela sociedade, não pela natureza".
Charles Chaplin


Vivendo e aprendendo

"Na vida temos muitas surpresas, boas, ruins, inesperadas... Temos que estar preparados para reagir a cada uma delas. Chore, ria, faça careta, pule, dançe, cante, corra, viva. Não tenha medo de Viver e ser feliz!
Existem momentos na vida, que podem parecer bobos, que possam parecer comuns para você no enquanto, mas um dia você pode olhar pra traz e diz: esse foi o dia mais feliz de minha vida. "até agora". Por isso, aprecie cada momento na vida, como se fosse único, e especial, com uma pessoa especial.
Não busque a felicidade muito longe, ela pode estar mais perto do que você imagina! Tente apenas ser feliz, faça o que der vontade, não se importe com o que os outros dizem sobre você, porem, tente não dizer nada sobre os outros. Não faça com o próximo o que não quer para si mesmo".
Victor Hugo

USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA



USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA
COMUNCAÇÃO APLICADAS AO ENSINO APRENDIZAGEM
Prof. Edivan Moreira – Relato de Experiências Exitosas.

Diante do contexto de transformações, que influenciaram todos os campos do conhecimento humano, seja na educação, cultura, política, economia, entre outros, o ensino aprendizagem e as políticas educacionais, buscaram se adaptar as diferentes situações através de reformas curriculares na Educação Básica para inserção das TIC’s neste novo contexto da educação.

O desenvolvimento e o avanço tecnológico, bem como o aparecimento de modernos meios de telecomunicações, estão reconfigurando as atuais formas de espaço e tempo, levando-nos a constantes e rápidas transformações nas forma de representação sobre nós mesmos, sobre as formas de trabalho e sobre a maneira como se concebem e constroem as qualificações docentes. Estas mudanças, por sua vez, interferem e modificam o modo como se ensina e processa o desenvolvimento cognitivo do educando.

Nesta perspectiva, o educador inserido nessa realidade permeada pelas transformações tecnológicas e interdisciplinares, vem exercendo um papel fundamental no processo de aquisição do conhecimento, desenvolvendo formas de mediação, onde trata das relações entre professor e aluno, escola, comunidade, mídia, e seu uso e inclusão das TIC’s no contexto social.

A partir desse contexto, permeado pelos avanços tecnológicos, a Lei nº 9.394/96 que institui as Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDB, incorporou à Educação, as novas TIC’s a qual trata das questões explícitas e implícitas sobre tecnologia, com o domínio dos princípios científicos e tecnológicos que presidem a produção moderna; o incentivo ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia integradas ás diferentes formas de educação e ao trabalho docente.

Desta forma, as Instituições de Ensino, também, tiveram que se adaptar a LDB/96 e passaram a desenvolver projetos didáticos-pedagógicos que envolvessem o uso e a discussão reflexiva das TIC’s no ambiente educacional. A inserção das TIC’s na Educação Básica, em especial na EEFM Polivalente Gov. Adauto Bezerra veio possibilitar uma série de transformações significativas nas mais diversas áreas do conhecimento, desde a implantação dos Laboratórios de Informática, Ciências Físicas e Biológicas proporcionando de forma satisfatória o rendimento escolar que tem agido como ferramenta que auxilia no processo ensino aprendizagem; o que acabou se tornando um instrumento para ampliar e aperfeiçoar os conhecimentos nas diversas áreas em questão, desenvolvendo o pensamento, a sensorialização para está além de produção, capaz de gerar conhecimento elaborado. “Da soma entre tecnologia e conteúdos, nascem oportunidades de ensino – mas é precisso avaliar se as oportunidades são significativas e acessíveis a todos. Isso acontece, por exemplo, quando as TIC’s cooperam para enfrentar desafios atuais, como encontrar informações na internet e se localizar em um mapa virtual. A tecnologia tem um papel importante no desenvolvimento de habilidades para atuar no mundo de hoje” (Nova Escola ANO XXIV.Nº 223 junho/julho 2009).

Diante de várias possibilidades, deparamo-nos com sentimentos de avanços ou de impotência quanto usar essa tecnologia em sala de aula, ou como utilizar esses novos recursos de forma satisfatória que realmente deem resultados. Nesse sentido, blogs, fotologs, podcasts, bokface, e-mails, twiter, bate-papos, teleconferências, links, (WEBquests), para nós docentes essas ferramentas digitais ainda são algo estranho á nossa prática pedagógica, mas não para nossos alunos que já são desta nova geração. Daí nossas angústias e questionamentos quanto ao uso destas TIC’s:
]Que transformações provocam os meios de comunicação integradas aos computadores?
]Quais os impactos das tecnologias sobre os modos de aprender e ensinar?
]Qual o papel do educador ante as tecnologias?
]Como usar o computador nas atividades escolares e na didática pedagógica? E na vida cotidiana?
]Por que comunicar-se via internet? E criar blogs, publicar conteúdos?
]Como aprender a usá-los e a fazê-los? O que muda?
]Estou preparado para ensinar as novas gerações?
]Webquest – o que é isso? Como posso utilizá-los?

A organização dos conteúdos e finalidades bem definidos, pedem uma abordagem com as tecnologias necessárias á aprendizagem, com planejamentos, estratégias, metas e experiências são fundamentais na prática pedagógica. Antes de iniciar a atividade em sala de aula, certifique-se de que você compreende as funções elementares dos aparelhos e aplicativos que pretende usar na aula. Antes de utilizar a tecnologia em sala, comece investigando o potencial das ferramentas digitais. Uma boa estratégia é apoiar-se nas experiências bem sucedidas. No planejamento anual, avalie quais conteúdos são mais abordados com a tecnologia e quais novas aprendizagens, necessárias ao mundo de hoje, podem ser inseridas. Familiarize-se com o básico do computador e da internet. Conhecer processadores de textos, correio eletrônico e mecanismos de busca faz parte do cardápio mínimo.

OPORTUNIDADES DE ENSINO:

Pesquisar conteúdos e documentos históricos, produzir relatos e exposições, intercâmbio de conhecimentos, simular experimentos complexos, trocar e-mails, criar blogs, comunicar-se oralmente via web, discutir as vantagens e desvantagens quanto ao uso da internet. Usar as ferramentas da web em todas as disciplinas de forma interativa e interdisciplinar.

Acreditamos que a inserção das TIC’s deve ser priorizada em todas as áreas do conhecimento, na formação profissional do docente, não apenas em um único campo, mas é fundamental, na realidade em que vivemos, dominar os recursos tecnológicos e saber refletir sobre suas vantagens e desvantagens. Isto pode ser verificado principalmente no uso pedagógico das TIC’s, quando da promoção e interação entre professores e alunos, intercâmbio de informações e experiências, agindo como uma janela para o mundo, permitindo que o educando conquiste outros espaços. Temos verificado de forma satisfatória que o envolvimento das TIC’s tem provocado uma descentralização da comunicação em sala de aula. Nessa nova conjuntura, a EEFM Polivalente Gov. Adauto Bezerra, percebeu a necessidade de ampliar seus recursos tecnológicos para que a Escola não fique em desvantagem em ralação a esses recursos. Para tanto, novos equipamentos são necessários para dinamizar e maximizar o processo ensino aprendizagem e a didática pedagógica dos centes.

Portanto, um dos principais objetivos da Educação Básica deverá ser preparar o educando para interagir com este outro mundo (digital) e fornecer subsídios para que ele possa ter autonomia diante das tecnologias. Desta forma, não se pode pensar que a introdução de novas linguagens comunicacionais e tecnológicas possam ocorrer sem profundas mudanças nos modos de ensino e na própria concepção de escola e organização dos sistemas educativos, gerando profundas mudanças na cultura do ensino aprendizagem, enquanto processo social.

Considerando o desenvolvimento do ensino aprendizagem e inserção da novas TIC’s como recursos didáticos a serem utilizados pelos professores e alunos para enriquecer o processo de ensino, é que nos preocupamos em ter uma escola acessível e equipada, acompanhando as novas tendências educacionais e a evolução tecnológica, “pois a condução do processo de ensino requer uma compreensão clara e segura do processo de aprendizagem: em que consiste, como as pessoas aprendem, quais as condições externas e internas que o influenciam.” (LIBÂNIO – 1998,p.81).

A aprendizagem humana é um processo de construção que se realiza no confronto sócio-histórico e não se limita apenas ao uso de tecnologias, mas no desenvolvimento crítico do sujeito nas suas mais diversas e múltiplas formas de aprender e ensinar.
Assim, em conformidade com a perspectiva construtivista da didática e aprendizagem é possível então construir conhecimentos a partir dos saberes e do que somos capazes de fazer, criar e recriar um ambiente sociável, utilizando as TIC’s como ferramentas dinamizadores da prática pedagógica do processo de aprendizagem.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

SEMANA PEDAGÓGICA: TRILHANDO CAMINHOS PARA UMA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

APRESENTAÇÃO

Muitos são os desafios que teremos que trilhar. Por isso, é importante a busca de caminhos que nos levem ao aprendizado e a descoberta de valores, a experiências e finalmente o desejo de respostas e soluções para uma educação de qualidade.

Ressaltamos importantíssima a Semana Pedagógica, pois nos reunimos objetivando o aprimoramento e a troca de experiências baseadas na sua prática pedagógica para melhor desenvolver a nossa capacidade de ensinar e por que não, aprender.

Com temas sugestivos, as abordagens desta semana visam proporcionar aos nossos docentes socializar conhecimentos, unir forças, desbravar os saberes da nossa prática pedagógica e encontrar condições de melhor desenvolverem o seu mister do dia a dia.

Maria Teresa Alencar Ribeiro
Diretora


“A alegria não chega apenas no encontro do achado, mas faz parte do processo da busca. E ensinar e aprender não pode dar-se fora da procura, fora da boniteza e da alegria” Paulo Freire

PERÍODO
21 a 26 de janeiro de 2010

EXPOSIÇÃO SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

APRESENTAÇÃO

A Exposição Segunda Guerra Mundial tem como objetivo socializar os conhecimentos da disciplina de história, abordando a temática de uma forma clara, objetiva e prática numa abordagem construtivista do conhecimento.

Esta iniciativa parte do interesse dos professores e alunos do 3º ano do Ensino Médio da EEFM Polivalente Gov. Adauto Bezerra como forma de manter intercâmbio com as demais turmas.

A Exposição visa mostrar os acontecimentos da Segunda Guerra Mundial, principais causas, documentários, filmes e fotografias em preto e branco, retratando os eventos da guerra, o holocausto como uma das piores formas de desrespeito a vida humana, e a participação do Brasil neste acontecimento que marcou pra sempre a história da humanidade.

Desta forma, temos o orgulho de tê-los em nossa exposição e nos prestigiar com sua presença.











PROGRAMAÇÃO

DIA: 09 de novembro de 2009

18h30min. - Recepção aos convidados pelos alunos do 3º ano Ensino Médio.

19h.- Abertura

Palavra dos Professores responsáveis.

Palavra do Núcleo Gestor.

19h 30min.- Palestra com o tema Segunda Guerra Mundial. (Convidado(a)).

20h.- Apresentação de trabalhos pelos alunos em equipes, por turma e turno.

20h50mint.- Exposição no Centro de Multimeios.

21h30min. - Encerramento das atividades.

DE 10 a 13 DE NOVEMBRO/2009

Exibição de Filme

(Turmas: Manhã/ Tarde e Noite)

Auditório do Polivalente

A QUEDA Ultimas horas de Hitler

Círculo de Fogo – A Batalha de Starlingrado

Exibição de Documentários

(Turmas: Manhã/ Tarde e Noite)

Auditório do Polivalente

Discovery Channel – Hiroshima e Nagasaki

Exibição de Documentários

(Turmas: Manhã/ Tarde e Noite)

Auditório do Polivalente

A Segunda Guerra Mundial

Segunda Guerra Mundial: uma história

para ser contada e relembrada para sempre.


HISTÓRIA

A Segunda guerra mundial pode ser entendida a partir das relações internacionais, do imperialismo, do crescimento do nacionalismo e do desenvolvimento da indústria bélica; com a crise mundial de 1929,e os regimes totalitários. Na Alemanha, o III Reich passa a desrespeitar o Tratado de Versalhes , reorganizando as Forças Armadas e ao desenvolvimento da produção de armamentos. Iniciava-se então a política de expansão territorial – proclamando a necessidade do espaço vital e que toda a raça germânica era considerada a superior. A expansão alemã iniciou-se em 1938 com o Anschluss, ou seja, a união da Áustria e da Alemanha. Em seguida foi anexada a região dos Sudetos (Tchecoslováquia),pela Conferência de Munique ( Alemanha, Itália, França e Inglaterra). Em 1939 a Alemanha realiza um acordo com Itália e Japão – surgindo assim o EIXO ( Roma, Berlim, Tóquio). Já o governo fascista da Itália conquistou a Abissínia (Etiópia) e a Albânia.No extremo oriente, o Japão anexava a Manchúria e outras regiões da China.

As consequências da guerra - A Segunda Guerra provocou um desenvolvimento da indústria bélica e um grande número de mortes: a União Soviética teve 20 milhões de mortos; 6 milhões de alemães; 1,2 milhões de mortos japoneses; e o extermínio de judeus, nos campos de concentração chegou a cerca de 7 milhões de vítimas. A Conferência do Cairo- Realizada ainda durante a guerra (1943) que discutiram o mapa da Ásia – alterado pelo Japão. Conferência de Teerã- Dezembro de 1943, Selaram a decisão do Dia D , Conferência de Ialta, divisão da Alemanha e dividiram a Coréia em zonas de influência, Conferência de Potsdam, Efetivou a divisão da Alemanha em zonas de influência, a criação de um tribunal para julgar os crimes nazistas (Tribunal de Nuremberg). Outras conseqüências:
A criação da ONU; O Plano Marshall, plano de ajuda econômica dos EUA para recuperar a economia européia. A nação que quisesse receber a ajuda deveria combater- internamente-o avanço das idéias comunistas;A Guerra Fria, um conflito ideológico entre o capitalismo- sob a liderança dos EUA – e o comunismo, liderado pela União
Soviética.

Resumo- Prof. Edivan Moreira


POLIVALENTE UMA ESCOLA DIFERENTE

AQUI VOCÊ ENCONTRA VALORES QUE SIGNIFICAM CIDADANIA E IGUALDADE COM RESPEITO AS DIFERENÇAS. Esta educação cuja meta é valorizar o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e igualitária, agregada ao fato de fortalecer cada vez mais a democracia no processo pedagógico, encontra no projeto de Gestão Democrática da Escola, uma oportunidade real de transformar a escola em um espaço público onde diversas pessoas têm a possibilidade de articular suas idéias, estabelecer diálogo e considerar diferentes pontos de vista

PROJETO AFRO-DESCENDÊNCIA - LEI 10639/2003

TURMAS DE ALUNOS DESTAQUES

ESCOLA POLIVALENTE

Minha foto
CRATO, CEARÁ, Brazil
UMA ESCOLA DIFERENTE E DE INCLUSÃO